CBO em Ação

CBO pede a veículos de comunicação o esclarecimento de publicação equivocada

CBO pede a veículos de comunicação o esclarecimento de publicação equivocada

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) encaminhou ofício a jornais e sites que reproduziram o conteúdo da coluna Diário do Poder, distribuída em 10 de janeiro, onde pede a publicação de esclarecimento para corrigir nota que cita a existência de suposta “reserva de mercado” para a exigência de receita médica para óculos de grau, no Brasil.

 

O presidente José Beniz Neto determinou às assessorias Jurídica e de Comunicação do CBO a tomada de providências para reparação de danos à imagem da especialidade. “Respeitamos a liberdade da imprensa. No entanto, não podemos permitir que prosperem interpretações equivocadas sobre o que diz a lei e reafirmam os protocolos técnicos e clínicos. Os médicos oftalmologistas atuarão sempre para proteger a saúde da população, evitando sua exposição a pessoas sem capacitação”, lembrou. 

 

Importância - Na mensagem, o CBO ressalta que o texto da coluna ignora “a importância do adequado diagnóstico para prescrição de lentes de contato e de óculos de grau, desconsiderando norma legal e argumentos técnicos e clínicos”. Conforme lembrou o CBO, a Lei nº 12.842/13, que foi reiterada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em sentença definitiva, em junho de 2020, determina que apenas médicos podem indicar o grau correto para óculos e lentes, após a realização de exames que avaliam outras condições de saúde do paciente.

 

“Não é raro que nesta avaliação prévia sejam percebidos casos de glaucoma e retinopatia diabética, entre outras doenças capazes de levar ao comprometimento parcial ou total da visão, exigindo tratamentos específicos. Assim, a venda de lentes ou óculos sem receita médica, utilizando-se de pessoas sem capacitação para avaliar a saúde dos olhos, é crime (exercício ilegal da medicina) e favorece interesses econômicos de algumas empresas e indivíduos, em detrimento do bem-estar individual e da população”.


Deixe um comentário

Compartilhar artigo nas redes sociais

Outras publicações

MPMT determina a divulgação da decisão ADPF 131 à Vigilância Sanitária e ao Conselho Brasileiro de Óptica e Optometria CBO em Ação

MPMT determina a divulgação da decisão ADPF 131 à Vigilância Sanitária e ao Conselho Brasileiro de Óptica e Optometria

CBO obtém liminar no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul para impedir atuação irregular de optometrista CBO em Ação

CBO obtém liminar no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul para impedir atuação irregular de optometrista

Com 24 horas pelo diabetes, CBO inova esforço pela prevenção à doença e alcança milhares de brasileiros pela internet CBO em Ação

Com 24 horas pelo diabetes, CBO inova esforço pela prevenção à doença e alcança milhares de brasileiros pela internet

Você precisa estar logado para acessar essa página

FALE COM O CBO