CBO em Ação

CBO e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) definem estratégias de atuação contra exercício ilegal da Oftalmologia

CBO e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) definem estratégias de atuação contra exercício ilegal da Oftalmologia

O Departamento Jurídico do CBO participou de reunião com representantes do CONASEMS, na qual explicou o cenário brasileiro após o julgamento da ADPF 131 e a necessidade de instrumentalização de meios práticos juntos aos órgãos de fiscalização para dar eficácia e efetividade ao decidido pelo STF, principalmente junto às Vigilâncias Sanitárias Municipais na atuação contra ações ilegítimas praticadas por Optometristas.


Definiu-se que:


- O CBO elaborará uma cartilha que será distribuía pelo CONASEMS às 5570 Visas Municipais;
- O CONASEMS divulgará nota sobre o assunto em seu site;
- O CBO participará de uma ‘LIVE’ sobre o tema, com a presença de médicos a fim de explicar melhor os riscos técnicos de atendimento por profissionais não habilitados para todos os fiscais do país.
Este é mais um fruto do trabalho sério e estruturado realizado pelo Departamento Jurídico do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.


CBO em Ação: SEMPRE!
 


Deixe um comentário

Compartilhar artigo nas redes sociais

Outras publicações

Casa dos Sentidos: viva brevemente as dificuldades impostas pela deficiência visual CBO em Ação

Casa dos Sentidos: viva brevemente as dificuldades impostas pela deficiência visual

Câmara se ilumina de verde para alertar sobre a importância do diagnóstico precoce do glaucoma CBO em Ação

Câmara se ilumina de verde para alertar sobre a importância do diagnóstico precoce do glaucoma

Boletim de Notícias CBO em Ação CBO em Ação

Boletim de Notícias CBO em Ação

Conselho Brasileiro de Oftalmologia | Todos os direitos Reservados 2022
Rua Casa do Ator, 1117 Cj. 21 CEP: 04546-004 São Paulo - SP
Tel:+55(11)3266-4000 | www.cbo.com.br | Politica de Privacidade


Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube

Você precisa estar logado para acessar essa página

FALE COM O CBO