Informativos Jurídicos

DEPARTAMENTO JURÍDICO DO CBO SE REUNE VIRTUALMENTE COM O MP DO ESTADO DO ACRE PARA INSTRUMENTALIZAR AÇÕES PRÁTICAS VISANDO A EFICÁCIA DA ADPF 131

DEPARTAMENTO JURÍDICO DO CBO SE REUNE VIRTUALMENTE COM O MP DO ESTADO DO ACRE PARA INSTRUMENTALIZAR AÇÕES PRÁTICAS VISANDO A EFICÁCIA DA ADPF 131

INFORMATIVO JURÍDICO CBO 22, 23 e 24/2021

Após enviar ofício a todos os ministérios públicos estaduais do país informando acerca dos efeitos da ADPF 131, o Departamento Jurídico do CBO conseguiu agendar reunião em modo virtual, pessoalmente com a Promotora Dra. Alessandra Garcia Marques do MP ACRE.

A reunião visou discutir ações práticas para garantir a eficácia plena dos efeitos da ADPF 131 que impede os optometristas de invadir a seara médica oftalmológica. A Promotora ressaltou que, por conta das diligências e ofícios enviados pelo Departamento Jurídico do CBO, o MP Acre já está ciente de toda a situação e efetuando as diligências necessárias para coibir o exercício ilegal da medicina, através da propositura de inúmeros inquéritos e ações judiciais.

O Departamento Juridico continua agendando e mantendo reuniões regulares com os MPs de todo o Brasil para aprofundar os laços de atuação e estabelecer estratégias mais efetivas de atuação conjunta.


Deixe um comentário

Compartilhar artigo nas redes sociais

Outras publicações

ACÓRDÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA IMPEDIU QUE OPTOMETRISTAS PRATIQUEM ATOS PRIVATIVOS MÉDICOS Informativos Jurídicos

ACÓRDÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA IMPEDIU QUE OPTOMETRISTAS PRATIQUEM ATOS PRIVATIVOS MÉDICOS

APÓS DENÚNCIA DO CBO E DO CRM DE TOCANTINS, EVENTO É SUSPENSO E OPTOMETRISTA É LEVADA PARA DELEGACIA Informativos Jurídicos

APÓS DENÚNCIA DO CBO E DO CRM DE TOCANTINS, EVENTO É SUSPENSO E OPTOMETRISTA É LEVADA PARA DELEGACIA

Estratégia de plano de saúde que prejudica população e médicos virou alvo de cruzada do Conselho Brasileiro de Oftalmologia Informativos Jurídicos

Estratégia de plano de saúde que prejudica população e médicos virou alvo de cruzada do Conselho Brasileiro de Oftalmologia

Você precisa estar logado para acessar essa página

FALE COM O CBO