Manifesto para Publicação do Protocolo de Retinopatia Diabética

Manifesto para Publicação do Protocolo de Retinopatia Diabética

Clique aqui e Confira o Ofício assinado pelo CBO, SBD, SBRV e inúmeras outras sociedades com o manifesto para Publicação do Protocolo de Retinopatia Diabética.

Abaixo você também confere o texto completo do documento:

"Trazemos ao público a realidade de 14 milhões de brasileiros, em especial dos 4 milhões de pessoas , 35% a
40% dos indivíduos com diabetes que desenvolveram a retinopatia diabética.


No dia 5 de novembro de 2019, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (CONITEC) no SUS,
vinculada ao Ministério da Saúde, aprovou as diretrizes para orientação aos profissionais de saúde como
prevenir, cuidar e diminuir o impacto da cegueira que atinge as pessoas com diabetes, complicação mais
comum nessa doença e principal causa de cegueira no mundo em idade laborativa.


Como normativa, o Ministério da Saúde tem a obrigação publicar e implantar no SUS os cuidados e
medicamentos incorporados no prazo de 180 dias, fato este que não tem sido seguido pela instituição. Em
março de 2020, foi aberta a primeira Consulta Pública sobre o Protocolo de Retinopatia Diabética. Ao todo
foram 3.434 manifestações, sendo que 99% delas foram favoráveis ao protocolo e, como agravante não foi
publicado desde então.


Ainda no mês de março de 2020, a CONITEC deliberadamente estendeu o prazo para avaliar mais um
medicamento da mesma classe dos antiangiogênicos. Em 18 de setembro de 2020, a CONITEC tornou
pública a incorporação destas medicações.


Mesmo com duas tecnologias incorporadas e um protocolo formatado, a equipe da CONITEC mudou a
estratégia, abriu no início deste ano outra consulta pública para ouvir a manifestação de pessoas com
diabetes, cuidadores e profissionais de saúde sobre o Protocolo de Retinopatia Diabética. Em maio de
2021, a instituição aprovou finalmente o Protocolo de Retinopatia Diabética, porém, não publicou a versão
final, o que impossibilita que os médicos (oftalmologistas, clínicos gerais, endocrinologistas, entre outros)
tenham acesso às diretrizes, que melhorem a prevenção, os procedimentos diagnósticos e terapêuticos de
pessoas com diabetes/retinopatia diabética.


Por isso, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, a Sociedade Brasileira de Diabetes, a Sociedade Brasileira
de Endocrinologia Metabologia, a Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo, ADJ Diabetes Brasil, a Associação
Nacional de Atenção ao Diabetes, a Federação Nacional das Associações e Entidades de Diabetes, a
Fundação Dorina Nowill, e a Retina Brasil, pedem com urgência a publicação do Protocolo de Retinopatia
Diabética e em seguida, a disponibilização dos medicamentos, para evitar a cegueira em milhares de
brasileiros, que por sua vez impactarão diretamente a Previdência Social com aposentadorias precoces por
invalidez. A disponibilização deste tratamento no SUS se faz imprescindível."


Contamos com sua compreensão quanto à necessidade premente de nosso pleito


Deixe um comentário

Compartilhar artigo nas redes sociais

Outras publicações

“Saúde Ocular  é com o Médico Oftalmologista” - Entrevista do Presidente CBO à CNN CBO em Ação

“Saúde Ocular é com o Médico Oftalmologista” - Entrevista do Presidente CBO à CNN

Após denúncia dos oftalmologistas, a Justiça do Piauí proíbe mutirões de consultas e exames feitos por não médicos CBO em Ação

Após denúncia dos oftalmologistas, a Justiça do Piauí proíbe mutirões de consultas e exames feitos por não médicos

Justiça de Goiás proíbe optometrista de cometer atos que são exclusivos de médicos oftalmologistas CBO em Ação

Justiça de Goiás proíbe optometrista de cometer atos que são exclusivos de médicos oftalmologistas

Você precisa estar logado para acessar essa página

FALE COM O CBO